Páginas

19 de dez de 2011

Presente de Natal...


“O que te faz um ser humano virtuoso, não é o que você faz durante o Natal e o Ano Novo, mas sim, é o que você faz durante o Ano Novo e o Natal.” (Ary Souza)

Nunca fui muito fã dessa época do ano, muito pelo contrário.

Sempre me incomodou a agitação que toma as pessoas durante esse período, numa busca que acreditava de buscar em coisas materiais a felicidade que não conseguiram atingir plenamente durante todo o resto do ano, como se esse bem material fosse o prêmio de consolação...

Também sempre me incomodei com atitudes de pessoas que durante o ano muitas vezes não nos dirigem a palavra, muitas vezes tem atitudes que poderiam nos prejudicar, e nessa época do ano lhe dirigem votos de boas festas como se aquilo que ocorreu no ano pudesse ser esquecido num passe de mágica...

Ou seja, sempre analisei essa época do ano como um período onde atitudes que considero desprovidas de sinceridade aumentavam de proporção, numa tentativa de disfarçar aquilo que sabemos que estamos errados, e que não tentamos corrigir durante o resto do ano...

Pois bem, não digo que esse meu pensamento mudou por completo, mas após ver a felicidade de minhas duas amadas filhas com a data do Natal que se aproxima, não tive como não ser contagiado um pouco com o chamado espírito Natalino.

E, passei a refletir se realmente não devemos aproveitar essa época para buscarmos o que entendemos como felicidade, primeiramente a dividindo-a com aqueles que são próximos a nós, e, a compartilhando dessa forma, faremos com a mesma se multiplique, a tornando muito maior...

Que busquemos nessa época tentar entender as pessoas, como seres passíveis de erros, e que coloquemos uma pedra em cima dos erros cometidos pelos mesmos, o que auxiliará as pessoas também a fazerem o mesmo em relação aos nossos erros...

Que fiquemos felizes e festejemos os presentes verdadeiros que recebemos em nossas vidas, como, por exemplo, podermos festejar esse momento...

Ou seja, que sejamos realmente sinceros nos votos de Boas Festas e que tudo de bom aconteça na vida de todos, pois, acredito que ao desejarmos e procurarmos o bem, o retorno para nós será na mesma moeda...

E, diante dessa minha reflexão, acredito que realmente ALGUÉM tenha me concedido o melhor PRESENTE DE NATAL que poderia ganhar nesse momento, pois esse ALGUÉM me concedeu a VIDA, dando-me a oportunidade, através de acertos e erros, de aprender e melhorar como ser humano.

Assim, só posso finalizar esse texto, desejando a todos de forma sincera um Excelente Natal, e que a felicidade compartilhada nesse momento se torne concreta e dure por toda a nossa vida.

Abs.,

Glauco.


“A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (autoria desconhecida)

5 comentários:

Beth Muniz disse...

Glauco,
Feliz Natal querido!
Tudo de bom.
Um abraço.

Barbie Californiana disse...

Feliz Natal e Um Ano Novo próspero... tudo de bom e fica com Deus!

ANDREIA disse...

"Deixa eu ver se o espírito do Natal já está na sua casa.

Não, não quero ver a árvore iluminada na sala, nem quero saber quanto você já gastou em presentes.

Quero, sim, sentir no ambiente a mensagem viva do aniversariante deste dezembro mágico: toda a família está unida? O perdão já eliminou aquelas desavenças que ocorrem no calor das nossas vidas?

"Não quero ver a sua despensa cheia, quero saber se você conseguiu doar alguma coisa do que lhe sobra, para quem tem tão pouco, às vezes nada.

"Não exiba os presentes que você já comprou, mesmo com sacrifício; quero ver aí dentro de você a preocupação com aqueles que esperam tão pouco, uma visita, um telefonema, uma carta, um e-mail...

"Quero ver o espírito do Natal entre pais que descobrem tempo para os filhos, em amigos que se reencontram e podem parar para conversar, no respeito do celular desligado no teatro, na gentileza de quem oferece o banco para o mais idoso, na paciência com os doentes, na mão que apóia o deficiente
visual na travessia das ruas, no ombro amigo que se oferece para quem anda meio triste, perdido.

"Quero ver o espírito de Natal invadindo as ruas, respeitando os animais, a natureza que implora por cuidados tão simples, como
não jogar o papel no chão, nem o lixo nos rios.

Não quero ver o Natal nas vitrines enfeitadas, no convite ao consumo, mas no enfeite que a bondade faz no rosto das pessoas generosas.

Por fim, mostre-me que o espírito do Natal entrou definitivamente na sua vida, através do abraço fraterno, da oração sentida, do prazer de andar sem drogas e sem bebidas, do riso franco, do desejo sincero de ser feliz e, de tão feliz, não resistir ao desejo de fazer outras pessoas também felizes.

"Deixe o Natal invadir a sua alma, entre os perfumes da cozinha que vai se encher de comidas deliciosas, no cheiro da roupa nova que todos vão exibir, abrace-se à sua família e façam alguns minutos de silêncio, que será como uma oração do coração, que vai subir aos céus, e retornar com um presente eterno, duradouro: o suave perfume de Jesus, perfume de paz, amor, harmonia e a eterna esperança de que um dia todos os dias serão como os dias de Natal.

Feliz Natal para você e para os seus!"

Maria Marçal disse...

Interessante como podemos mudar,Glauco.
Aí reside a grande lição. Teus filhos te deram de presente o retorno da crença, do espírito natalino e fizeram ainda mais por ti, devolveram o exercício do perdão.

Amei.
beijos, FELIZ NATAL

Maria Marçal - Porto Alegre - RS

bernar55 disse...

boa noite nós viemos para ser feliz.e o tempo nos ensina a viver,a tal felicidade.boas festas querido amigo

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...