Páginas

21 de nov de 2011

Não Sou Obrigado...


“A tua única obrigação durante toda a tua existência é seres verdadeiro para contigo próprio.” (Richard Bach)

Começarei esse texto dizendo que criei esse espaço virtual apenas como uma forma de descontração do stress do dia a dia, porém, com o passar do tempo, o mesmo acabou se tornando uma das principais formas de expressar meus pensamentos e sentimentos (alguns amigos devem se questionar nesse ponto: se isso expressa o que ele sente e pensa, porque ninguém internou essa pessoa numa Clínica Mental???).

E, normalmente as segundas-feiras (de novo, os amigos devem estar imaginando, olha o dia que ele escolheu, não tem mais ninguém pensando na possibilidade da Clínica???), dou asas maiores a minha loucura, e escrevendo algumas palavras nesse espaço, da mesma forma como estou fazendo agora... (mais um pensamento que acredito que os amigos podem ter nesse momento: espero nunca cruzar com essa pessoa as segundas, se o dia que ele dá maiores asas a sua loucura...).

E, assim, comecei a utilizar-me de algumas técnicas que aprendi com amigos que escrevem textos que valem a pena ser lidos (ao contrário dos meus...) para me inspirar no desenvolvimento de minhas idéias durante as segundas-feiras, e que destacarei:

- Utilizar-me dos acontecimentos do dia-a-dia para buscarmos algo que possa ser escrito; e
- Encostar o dedo nos teclados (igual a encostar o lápis no papel...), e esperar as palavras fluírem.

(Quem lê essas palavras deve imaginar nesse momento que se eu indicar o nome desses outros amigos, lerem os textos que publicam será menos perigoso do que continuar visitando esse espaço virtual...)

Pois bem, quero dizer, que me encontro extremamente preocupado, pois mesmo utilizando-me das técnicas mencionadas, não encontrei nada de interessante para escrever sobre aquilo que penso e sinto nesse momento (os amigos aqui devem estar pulando de alegria, pensando que finalmente eu desistirei dessa minha insanidade...).

E, chegando nesse ponto, passei a refletir (possível pensamento dos amigos ao lerem essas últimas palavras: NÃÃÃÃOOOO....) se esse meu ato não estaria se tornando uma obrigação e rotina das segundas-feiras, e consequentemente, ao deixar de ser desenvolvida com prazer, estaria se tornando mais difícil de realizá-la...

Pois bem, pensei em quantas vezes mencionamos que a vida nos obriga a tomar certas atitudes contrárias as que realmente gostaríamos de realizá-las...

Mas será que a vida realmente nos obriga? Será que NÓS não temos sempre a capacidade de decidirmos o que é melhor para nossas vidas?

Acredito que a segunda questão tenha uma resposta mais acertada, pois, por mais que tenhamos que assumir a responsabilidade de nossos atos, somos Nós que decidimos sempre quais ações queremos realizar ou não...

Assim, antes de lamentarmos a realização de certas atividades, devemos lembrar que fomos NÓS que aceitamos de alguma forma que aquilo fizesse parte de nossas vidas, e que somos NÓS que temos a capacidade de mudarmos e partirmos em busca daquilo que nos trará uma felicidade maior, sempre refletindo sobre as conseqüências que tal ato poderá propiciar...

E, ao pensar dessa maneira, percebi que ainda posso utilizar-me desse espaço virtual sempre que quiser expressar um pensamento ou sentimento meu (os amigos virtuais aqui devem estar em desespero em virtude de terem que continuar lendo essas maluquices...), não necessariamente as segundas-feiras (Amigos: isso quer dizer que textos como esses poderão vir em outros dias??? NÃÃÃÃOOOO...), pois ainda tenho prazer de fazê-lo, e não por obrigação e rotina.

E, concluindo, espero poder utilizar-me desse mesmo pensamento em tudo aquilo que desenvolvo em minha vida, sempre buscando a minha felicidade e de todos aqueles que estão próximos a mim (embora ache que para muitos o melhor seria a minha internação na Clínica mencionada, e não ter mais que ler isso...).

E, sem querer, mas, principalmente, por não ser obrigado, acabei hoje escrevendo mais um pensamento meu.

Abs.,

Glauco.

“O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra.” (Aristóteles)

4 comentários:

pcjanuaria disse...

kkkkkkkkkkkkk Bom dia amigo querido Glauco tai gostei de seu jeito d epensar " será que irei tamben para a clinica ?? kkkkkk olha amigo eu sou a favor de quem faz o que gosta e não se rende as obrigações da vida pois por mais que seja feita as obrigações nunca irão terminar e nossa vida esta tem prazo de validade e sendo assim iremos juntos para a tal clinica mais sabendo que consegumos ter bons momentos de alegria abraços e uma semana repleta de realizações junto a sua linda e abençoada familia.

Arthur Oliveira disse...

Olá Glauco!
Gostei muito da sua postagem.
Sabe, também já pensei sobre o fato de algumas vezes, estar utilizando o espaço do blog por uma obrigação ao invés de utilizá-lo como no meu começo do blogosfera: Por prazer. Cheguei a conclusão que ainda sinto prazer por "blogar" e quando isso acabar, talvez eu pare porque não gosto de fazer coisas desse tipo por obrigação. Espero nunca parar.

A vida realmente nos obriga a tomar certas decisões que nunca pensávamos que poderíamos tomar. Mas na minha opinião, quem escolhe e decide tudo somos nós mesmos. Nós acabamos nos obrigando a fazer certas coisas que não gostaríamos... Talvez por receio de algo, não sei.

Ao ler as suas postagens, vejo que você sente prazer pelo o que faz. Não consigo sentir nenhum pingo de "obrigação" a cada texto seu que eu leio. Sejam eles publicados na segunda-feira ou não, eles tem uma ótima qualidade. rsrs

Eu acho que devemos sempre lembrar que quanto mais prazerosas forem as coisas que fazemos, melhores elas ficam! Por que quando fazemos por obrigação, nunca sai um bom resultado...

Parabéns pela postagem Glauco! Um abraço!

Valéria Braz disse...

Oi meu amigo.... já liguei pra clínica, sua internação ocorrerá a qualquer momento.... logo eles irão pegá-lo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
De médico e louco todo mundo tem um pouco né?! Mas esta sua reflexão nada tem de louca, é sim muito coerente, pois cada um de nós é responsável pelas consequências de nossas escolhas. Então que possamos seguir escolhendo o que nos faz felizes.... porque quando fazemos algo por prazer, todo o universo conspira a nosso favor!
Beijo no coração

Samanta Sammy disse...

Olá querido amigo !!!

Assino embaixo da sua reflexão, eu geralmente posto às segundas-feiras também, mas decidi que esta semana não haverá postagem, pois apesar de ter um texto pronto, não estou muito no clima pra esta atividade estes dias... Por isso concordo que nós que temos um blog por lazer, não temos obrigação alguma, a não ser os tarados que não querem perder assinantes, posições no google, etc, o que não é o meu caso.
Se não estivermos dispostos a postar ou participar e o fizermos pro obrigação, aí não é mais hobby, é trabalho hehehe
Por isso nos últimos dias estou respeitando meu ritmo e vontade e só fazendo aquilo que quero e que me dá prazer neste meio, não adianta forçar a barra pois isso acaba transparecendo em nossas participações, e não acho legal ;)
Temos que nos respeitar e fazer desta atividade algo cada vez mais gostoso e prazeroso ;)

Adorei !!
Um abraçãoooooooo e boa semana pra todos vocês !!

* depois eu colo lá no dht, agora estou em horário de trabalho e fugi hehehe

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...