Páginas

19 de abr de 2011

Sorriso Azedo...


A vida nos coloca diante de situações que muitas vezes temos que mudar aquilo que planejamos...

Adotei uma rotina (por mais que seja contrário a seguir regras...KKKK) de publicações no blog, onde tento manter mais o mesmo estilo de publicações em cada dia da semana...

Assim, esse texto demoraria mais alguns dias para sair da imaginação para as teclas do computador, e, consequentemente, a ser publicado no blog.

Porém, algumas coisas me fizeram a querer exteriorizá-lo já na data de hoje.

Não sou muito de falar sobre minha pessoa, mas considero-me uma pessoa bem humorada, que na maior parte do tempo adota a filosofia do “rir é o melhor remédio”, e que como escreveu Oscar Wilde, como considero “a vida muito importante para ser levada a sério”, tento na maior parte do tempo passar de uma forma descontraída, brincando com quem está próximo a mim, pois, acredito que o clima descontraído facilitará a enfrentarmos as pequenas adversidades que surgem em nossas vidas, e que nos levam a evoluir.

Porém, entendo que as pessoas não devem confundir as coisas, achando que por estarmos sempre brincando, por estarmos sempre querendo agradar a quem temos carinho, que não temos outros sentimentos, que não ficamos chateados, irritados, que não explodimos de raiva, ou seja, que sejamos seres humanos com falhas e imperfeições como todos os são...

O que quero dizer que às vezes realmente acordamos com o “pé esquerdo” (apesar de todos os dias eu acordar com os dois pés... KKKKK), sem haver um motivo aparente para isso, e não precisamos ficar agüentando pessoas achando que você tem de ser o mesmo de todos os dias, brincando e sorrindo para todos.

Cada dia é diferente um do outro, portanto não seremos o mesmo a cada dia que se passa em nossas vidas.

Sei que devemos respeitar aqueles que se encontram próximos a nós, não descarregando em cima dessas pessoas as nossas angústias, ansiedades, medos, irritações, pois nós mesmos somos os maiores culpados por esses nossos sentimentos, mas, que pelo menos, quem está próximo a nós também respeite e aceite que somos seres falíveis e imperfeitos como todos os outros seres humanos.

Talvez me encontre de TPM (uma amiga virtual minha confirmou a existência também para homens), e por isso esteja passando por uma fase meio “Saraiva”, onde estou sem paciência com comentários e atitudes que no momento considero não trazerem nada de produtivo para o futuro (e minha avaliação sobre produtividade é extremamente questionável, em decorrência das notícias de fundamental importância que publico... KKKK), e diante desses fatos sei que devo me controlar para não magoar amigos e pessoas próximas a mim, mas espero que também tenham a mesma atitude para a minha pessoa.

Ou seja, peço desculpas por esse texto amargo, pela acidez dessas palavras, mas tenho acordado nesses últimos dias com um sorriso azedo...

Abs.,

Glauco

7 comentários:

Deny disse...

Olá amigo,

Meu amigo que eu considero o fofo II, pq o Edgard é o fofo I, rs, todos nós realmente passamos por fases assim.

Eu praticamente tenho fases e fases todos os dias, kkkkkkkkkkkkkk!!!Mas, em alguns momentos me senti exatamente como o descrito por você neste belíssimo e maduro texto.

Eu acho que as pessoas confundem um pouco as coisas sabe, tipo:

Você dá uma mão, ela pensa que deu o corpo inteiro.

Algumas não sabem brincar, outras só brincam, mesmo em notícias sérias, o que às vezes, eu acho falta de respeito.

Tenho vindo um pouco menos ao site, mas sempre que posso, costumo dedicar uns minutos ao seu blog, e espero que tenha percebido isso, rs! (brincadeirinha)!

Apenas quero te dizer, que eu não sei muita coisa da vida, porém o que eu vivi me serviu para enxergar que amigos são amigos sempre, apesar de.

Apesar do outro não ter acordado legal, apesar do outro não estar distribuindo alegria num determinado dia ou apesar do outro pular constantemente de felicidade.

Suas palavras em nenhum momentos foram ácidas, mas sim realistas.

Um super abraço.

=**

FRASES QUE CURAM disse...

Faz parte, amigo Glauco. Afinal, como você mesmo explicitou muito bem, ninguém é perfeito, bola pra frente.
Um forte abraço,
JUAHREZ ALVES

luciana disse...

Oi meu amor...

Boa tarde!!!

Espero poder colaborar de alguma maneira para "adoçar" esse seu sorriso azedo. Também penso assim: como temos um hábito de procurar manter o bom humor e brincar com todos ao redor, a impressão que tenho muitas vezes é que nunca podemos deixar de ser assim. As pessoas tem dificuldade em entender e aceitar que também ficamos irritados, tristes, cansados ou simplesmente calados...

Por isso, meu amor, espero que fique bem... se precisa passar por esse momento que eu saiba e consiga te ajudar de alguma maneira...

Te amo sorrindo, brincando, explodindo... doce, salgado e também azedo....

Bjs
Lu

Samanta disse...

Olá meu querido amigo !!!

Entendo perfeitamente o que disse, e concordo que muitas vezes, as pessoas nos rotulam e quando agimos de maneira diferente, logo se espantam e até se ofendem... Oras, todos temos dias ruins, todos choramos, ficamos com raiva, erramos ao descarregar esta raiva na hora ou com a pessoa errada... absolutamente todos nós fazemos isso...
Quem tem consciência disso, consegue respeitar um dia de azedume da pessoa ao lado, mas a maioria não é muito tolerante ou compreensiva com isso, como gostaria que os outros fossem para com ela... Enfim, é normal que em certos dias ou situações a única coisa que conseguimos fazer é dar aquele sorriso amarelo e azedo ou ficar no nosso canto, mas melhor assim do que extravasar sem pensar , não é mesmo.
Muito boa a sua reflexão, nos leva a pensar sobre o respeito aos momentos de cada um.
Um enorme abraço e amanhã volte com um sorriso de morango tá !! :P

Jackie Freitas disse...

Olá Glauco amigo!
Acho que o sorriso azedo é absolutamente aceitável e permitido! Como você muito bem escreveu, faz parte de nossa existência termos dias bons e outros não tão bons assim...Somos influenciáveis pelo meio, por mais que tenhamos em nosso espírito a paciente aceitação e compreensão daquilo que não depende de nós... As pessoas, cada uma, são diferentes e vivem estágios diferentes, então, conciliar nosso estado com o delas, requer muito mais sabedoria do que imaginamos... Acho que antes de mais nada devemos ser sinceros conosco e não esconder de nós mesmos a verdade. Manifestar nosso desagrado faz parte dessa verdade e com ela o sorriso azedo... O que não podemos ter é o espírito azedo, pois esse acaba deixando marcas eternas e transformando a pessoa que somos!
Tenho certeza de que o seu sorriso está azedo...e estar é temporário. Há muito mel em sua vida e esse adoça não apenas o seu sorriso, como alimenta esse bom espírito que lhe pertence!
Grande beijo...e parabéns, novamente, pela reflexão! Refletimos juntos e compartilhamos dos sorrisos azedos e doces...
Jackie

EDUARDO disse...

Prezado Cunhado e amigo,

Sei bem o que é isso, pois como sou normalmente mal humorado e acordo quase todos os dias com os 2 pés esquerdos e isso vai aumentando ou melhorando o humor depende do decorrer do meu dia é dificil isso, mas se precisar bater um papinho, conte comigo, nem posso lhe convidar para um chopinho afinal de contas não bebemos mas podemos jogar uma partidinha de video game juntos.

Abraçaos querido fique com Deus

Eduardo

Gisele Munhoz disse...

Olá querido Glauco!

A vida é mesmo cheia de situações que nos deixam reflexivos... azedume faz parte e temos de nos respeitar, afinal, realmente não temos a obrigação de ser os mesmos todos os dias.

Mas creio que o tempo é o melhor remédio, e assim esse momento ruim vai passar, e a alegria em seu coração vai voltar a fazer você feliz.

Bjokas
Gisele

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...