Páginas

12 de jul de 2010

Prêmio Ignobel



Como já escrevi, o Prêmio IgNobel se caracteriza por ser uma sátira do prêmio Nobel, e é dado a cada outono para a descoberta científica mais estranha do ano. Os prémios são entregues para honrar estudos e experiências que primeiro fazem as pessoas rir, e depois pensar. Foram criados pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), e os prêmios são entregues em Harvard.

A ideia é premiar pesquisas raras, honrar a imaginação, e atrair o interesse público para a ciência, a medicina e a tecnologia, e os prêmios foram entregues pela primeira vez em Harvard em 1991.

Tentarei trazer no "blog" as melhores pesquisas realizadas a cada ano, na minha opinião, e como já trouxe os prêmios dos anos de 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000 e 2001, segue agora os melhores de 2002:

Biologia - Para Norma E. Bubier, Charles G.M. Paxton, Phil Bowers, e D. Charles Deeming, do Reino Unido, pelo seu trabalho "Courtship Behaviour of Ostriches Towards Humans Under Farming Conditions in Britain." ("Hábitos de Cortesia das Avestruzes com os Humanos Em Fazendas na Bretanha")

Paz - Para Keita Sato, Presidente da Takara Co., Dr. Matsumi Suzuki, Presidente da Japan Acoustic Lab, e Dr. Norio Kogure, Director Executivo do Kogure Veterinary Hospital, por promoverem a paz e harmonia entre espécies ao inventar o Bow-Lingual, um sistema computacional automático de tradução cão-para-humano.

Medicina - Chris McManus da University College London, por seu relatório balanceado "Scrotal Asymmetry in Man and in Ancient Sculpture." ("Assimetria Escrotal no Homem e na Escultura Antiga")

(informações extraídas do site "Wikipédia" em 12.07.2010)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...