Páginas

17 de out de 2012

Café mais caro do mundo é 'refinado' em fezes de elefantes


IMPORTANTÍSSIMO

A história do café começou no século IX. O café é originário das terras altas da Etiópia (possivelmente com culturas no Sudão e Quênia) e difundiu-se para o mundo através do Egito e da Europa. Mas, ao contrário do que se acredita, a palavra "café" não é originária de Kaffa — local de origem da planta —, e sim da palavra árabe qahwa, que significa "vinho", devido à importância que a planta passou a ter para o mundo árabe.

(informações extraídas do site “WIKIPEDIA” em 17.10.2012)

NOTÍCIA DO DIA

Café mais caro do mundo é 'refinado' em fezes de elefantes


Em certos hotéis de luxo da Tailândia, há um tipo de café que, a princípio, chama a atenção pelo preço: cerca de R$ 2.200 por quilo. O preço é em decorrência dos grãos passarem primeiro por um processo curioso de preparo: ele é digerido e expelido por um elefante, antes de ser moído e colocado na xícara do cliente.

O chamado “Café Mármore Negro” conquistou o posto de café mais caro do mundo, de acordo com uma reportagem do “Huffington Post”. A bebida é feita com os grãos “refinados naturalmente”, colhidos no cocô de elefantes tailandeses. De acordo com pesquisas, as enzimas do elefante conseguem quebrar a proteína do café, deixando-o menos amargo.

O jornal afirma que há apenas 50 kg de café disponíveis para compra, o que faz com que o preço do quilo alcance R$ 2.200 reais.

Há um produto parecido comercializado na Indonésia: o Kopi Luwak custa até R$ 1.000 por quilo, e é produzido a partir de grãos colhidos das fezes de um mamífero comum no país, chamado civeta.

(notícia adaptada do site “G1” em 17.10.2012)



1 comentários:

André Viegas disse...

Euuuuuuuu. Que nojo! Café com "bostas".

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...