Páginas

26 de abr de 2011

Prêmio Ignobel


Como já escrevi, o Prêmio IgNobel se caracteriza por ser uma sátira do prêmio Nobel, e é dado a cada outono para as descobertas científicas mais estranhas do ano. Os prêmios são entregues para honrar estudos e experiências que primeiro fazem as pessoas rir, e depois pensar. Foram criados pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), e os prêmios são entregues em Harvard.

A ideia é premiar pesquisas raras, honrar a imaginação, e atrair o interesse público para a ciência, a medicina e a tecnologia, e os prêmios foram entregues pela primeira vez em Harvard em 1991.

Tentarei trazer no "blog" as melhores pesquisas realizadas a cada ano, na minha opinião, e como já trouxe os prêmios dos anos de 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006, segue agora os melhores de 2007:

- Prêmio de Biologia: Johanna E.M.H. van Bronswijk, por fazer um censo de todos os ácaros e outras formas de vida que vivem nas camas das pessoas.

- Prêmio de Física: L. Mahadevan e Enrique Cerda Villablanca, por seu estudo teórico de como as folhas de papel amassam.

- Prêmio de Linguística: Juan Manuel Toro, Josep B. Trobalon e Nuria Sebastian-Galles, por descobrirem que ratos não podem distinguir entre gravações em japonês e holandês, quando são tocadas de trás para frente.

- Prêmio de Medicina: Dan Meyer e Brian Witcombe, por investigarem os efeitos colaterais de engolir espadas.

- Prêmio de Química: Mayu Yamamoto, por extrair fragância de baunilha de esterco de vaca.

(informações extraídas do site “WIKIPEDIA” em 26.04.2011)

6 comentários:

luciana disse...

Meu amor...

bom dia....


De hoje em diante está decretado: nunca mais usarei a p..... da baunilha para nada entendeu: NADA!!!!!!!


KKKKKKKKKK

KKKKKKKKKK


Bjs
Te amo!!! (sem baunilha...)
LU

Dione Nora disse...

Adorei o prêmio de Medician! heheh

Fábio Siebra disse...

Glauco

É cada bizarrice nesse mundo.
HAhaha ... cada uma meu amigo.
ah,ainda bem que não gosto de baunilha (kkk...)e descobri que faço parte do time dos ratos porque eu também não sei diferenciar.

Um Abraço

Erica, O amor está na rede! disse...

Querido Glauco,

Fala sério... Existe mesmo gente que perde tempo fazendo isso? E gente (provavelmente nós mesmos) que paga por isso? Ninguém merece... Vou ver se crio algo mais interessante pra esse povo fazer, rssssss!

Abraços,

Erica

Palavras & Histórias disse...

O censo do ácaro foi a mais difícil de todas.

Este negocio de extrair fragância de baunilha de cocô de vaca é fichinha! Já fizeram até bomba de esterco!

Então, o premio fica com a catadora de ácaros!

Jackie Freitas disse...

Olá Glauco amigo!
kkkkkkkkk... olha, muito me interessou sobre os efeitos colaterais de engolir espadas... só preciso agora saber que conclusão chegaram e que efeitos são esses... kkkkkk
Quanto aos ratinhos, pobrezinhos, não distinguirem entre gravações em japonês e holandês, quando são tocadas de trás para frente...kkkkkkk... Devo consolá-los dizendo que eu também não consigo essa façanha! kkkkk
A baunilha...kkkkkk...melhor abafar o caso!
Grande beijo,
Jackie

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...