Páginas

9 de mar de 2011

A Vida nos ensina...

A Vida nos ensina...

Aprendi na escola que o homem “não é uma ilha” (se não me engano, tive até que fazer uma redação com esse título).

Ou seja, aprendi que o homem é um ser que necessita viver em sociedade.

Também aprendi na vida uma pessoa não é igual a outra (ainda bem), e diante disso, podem haver idéias diferentes sobre os mais diversos assuntos

Aprendi também que da discussão de idéias é que surge a maior parte do conhecimento humano.

Portanto, vivendo em sociedade, com nossos semelhantes (e não iguais), devido a várias formas de pensar e agir, é natural que ocorram conflitos muitas vezes entre as pessoas.

Porém, sempre aprendi que também devemos RESPEITO aos nossos semelhantes...

Pois bem, conforme adquirimos mais experiência de vida (que para mim é diferente de envelhecer), percebemos que frases que ouvimos são repletas de sabedoria e verdade para que possamos demonstrar esse respeito aos nossos semelhantes.

Queria destacar algumas que para mim são:

1) A MAIS BELA E MAIS IMPORTANTE:

“Amai o vosso próximo como a vós mesmos”

2) Essa eu também acredito que seja fundamental:

“Para cada ação existe uma reação, com a mesma força e intensidade, só que em sentido contrario."

3) E, para não me estender muito nas citações, segue mais uma relacionada a profissão que escolhi:

“O direito de um termina onde começa o do outro.”

Mas quem lê esse texto até o momento, pode estar pensando o que quero dizer nessa minha divagação...

Apenas quero me expressar no sentido de acreditar que as frases mencionadas são sábios ensinamentos para podermos ter um convívio com nossos semelhantes de uma forma mais agradável e feliz, também acredito que há certas expressões que podem ser evitadas...

Assim, antes de pronunciarmos palavras como “exijo meus direitos” ou “me respeite para ser respeitado”, coloquemo-nos na posição do semelhante que está ouvindo tais pronunciamentos nossos.

Isso é, será que ao exigirmos nossos direitos, já não estamos invadindo o direito de outra pessoa? Será que ao reclamarmos o nosso respeito, já nessa frase não desrespeitamos quem a ouve?

Isso porque não sabemos muitas vezes quem é nosso semelhante que ouve aquilo que nos pronunciamos, ou, principalmente, qual o momento que essa pessoa está passando...

Concluindo, antes de tomarmos alguma atitude em relação ao nosso próximo, mais uma vez acho importante que troquemos o lado com ele em nosso pensamento, e verifiquemos se gostaríamos que agissem conosco da maneira como estamos pensando em fazer...

Quem sabe a oração abaixo pode expressar de uma forma melhor o que aqui quis expressar...

Abs.,

Glauco

Oração de São Francisco de Assis


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido,
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se nasce para a vida eterna

4 comentários:

Josy Nunes disse...

Oi,
Glauco,
muito lindo amigo. essa oração é o máximo é tudo de bom! Adorei o post. Brigadão por partilhar com todos nós.
Beijão no coração e fica com Deus

luciana disse...

Oi amor da minha vida!!!

Não tenho o que acrescentar em seus pensamentos... você já disse tudo... amar ao próximo como a ti mesmo, não faça ao próximo o que não gostaria que fizessem com você, trate o próximo como gostaria que te tratassem... enfim esse é o respeito mútuo que deveria (e espero um dia)ser seguido por todos nós.

Beijos, super parabéns!!!!
Te amo hoje, amanhã e sempre...
Lu

Fábio Siebra disse...

Meu Amigo Glauco

Com o amadurecimento,que vêm com os nossos erros e acertos começamos a repensar na vida e aquelas frases antes falada só por falar,hoje já sabemos o seu real significado e nos colocamos a refletir.
Acredito que quando colocamos no lugar do outro e pensamos na infinita possibilidade de ações que poderia ser evitado é que vamos ver que o respeito é primordial para uma vida em sociedade. Somente assim,é possível almejar a tão sonhada Paz.

Um Abraço

Jackie Freitas disse...

Olá querido amigo Glauco!
A oração é belíssima e na minha adolescência a cantávamos muito!O que eu penso da sua bela reflexão, meu amigo é algo que meu pai já dizia: "fácil é ser pedra, difícil é querermos ser a vidraça!"... Isso sempre me vem em mente quando penso o quanto é fácil atirarmos as pedras , mas nunca nos colocamos no lugar das vidraças. Então, sim, apesar de ser difícil conviver com as diferenças, creio que algumas frases contém grandes sabedorias e se praticássemos apenas uma delas, já estaríamos no caminho certo... Julgamentos e acusações, exigências e cobranças, mas muito pouco a contribuir com a troca... Muito pouco a tolerar as diferenças... Mas, enquanto houver pessoas como você, com sua consciência, uma pessoa com família exemplar, creio que há muita esperança.
Grande beijo,
Jackie

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...