Páginas

15 de abr de 2010

Pesquisa comprova: vaca em pé quer deitar e vice-versa. Ou não?

IMPORTANTÍSSIMO:

O recorde de "lambeção" de selo é de um inglês. Ele conseguiu lamber 450 selos em quatro minutos.

(informação extraída do site “portaldascuriosidades” em 15.04.2010)

NOTÍCIA DO DIA:
 
Pesquisa comprova: vaca em pé quer deitar e vice-versa. Ou não?
 

Um novo estudo chamado “As vacas são mais propensas a descansar do que a ficar de pé” acrescenta ao conhecimento público o interesssantíssimo tema comportamental das vacas.

Cinco pesquisadores da Faculdade de Agricultura da Escócia –com muito tempo e originalidade- sucumbiram à “tentação” de descobrir as intenções, motivações e desejos das vacas e publicaram o denso e importante estudo no Jornal Científico do Comportamento Animal do país.

Bert Tolkamp, Marie Haskell, Fritha Langford, David Roberts and Colin Morgan testaram duas hipóteses sobre a vida das malhadas:

1ª – Quanto mais tempo uma vaca estiver deitada, o mais provável é que logo ela irá se levantar.

2ª – Quanto mais tempo uma vaca estiver de pé, o mais provável é que ela irá se deitar.

É aí que as vacas surpreendem! Impressionante, não?

Após a ruminação de resultados, a equipe escocesa percebeu que as ideias iniciais estavam erradas. Finalmente, depois de muita observação, a conclusão final foi outra: uma vez que a vaca se levantou, não é fácil prever quando ela deitará novamente. Eureka!

Para chegar a essa brilhante conclusão os cientistas observaram três grupos de vacas e colocaram um sensor eletrônico em cada mimosa para registrar cada “levantada” e “abaixada” do animal. Para completar, câmeras de vídeo foram instaladas para comprovar a atuação dos sensores.

Depois da análise e da publicação do artigo científico, os pesquisadores continuam intrigados com alguns mistérios. Por que algumas vacas ficaram deitadas menos da metade do tempo esperado em comparação com outras vacas do estudo? Por quê?

Segundo o relatório, essa e mais outras dúvidas ficarão para futuras experiências.

(notícia extraída do site “UOL” em 15.04.2010)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...