Páginas

15 de fev de 2010

Prêmio IgNobel


Bom dia a todos.

Acho que todos conhecem o "Prêmio Nobel", que é uma das mais prestigiadas premiações do mundo. Todos os anos, pessoas que fizeram pesquisas de grande valor para o bem do ser humano em diversas áreas, como Química, Física, Medicina, Literatura, Economia e Paz, são escolhidas e premiadas.

(informação retirada do site "mundoeducacao" em 15.02.2010)

Mas, o que divulgarei neste blog é o Prêmio IgNobel, que se caracteriza por ser uma sátira do prêmio Nobel, e é dado a cada outono para a descoberta científica mais estranha do ano. Os prémios são entregues para honrar estudos e experiências que primeiro fazem as pessoas rir, e depois pensar. Foram criados pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), e os prêmios são entregues em Harvard.

A ideia é premiar pesquisas raras, honrar a imaginação, e atrair o interesse público para a ciência, a medicina e a tecnologia.

Foram entregues pela primeira vez em Harvard em 1991, sendo a cerimônia abrilhantada pela presença de verdadeiros laureados com o prêmio Nobel, que entregaram o respectivo Prêmio IgNobel ao vencedor.

(informação extraída do site "Wikipédia" em 15.02.2010)

A idéia é de trazer no "blog" as melhores pesquisas realizadas a cada ano, na minha opinião.

Portanto, segue o primeiro ano do "Prêmio IgNobel", esperando que vocês gostem...

Abs.,

Glauco.

> Ano de 1991:

Prêmio de Química: Jacques Benveniste, prolífico e dedicado correspondente da revista Nature, pela sua persistente descoberta de que a água, H2O, é um líquido inteligente, e por demonstrar que a água é capaz de se lembrar de acontecimentos muito depois de todos os vestígios desses acontecimentos terem desaparecido.

Educação: James Danforth Quayle, consumidor de tempo e ocupador de espaço, por demonstrar mais do que ninguém a necessidade de educação científica. Autor da pérola: "o futuro será melhor amanhã"

Pesquisa Interdisciplinar: Josiah Carberry, professor fictício da Universidade Brown, "explorador e eclético buscador da verdade, por seu trabalho pioneiro em psicocerâmica, o estudo de vasos quebrados." Este prêmio apócrifo não é reconhecido pelos organizadores do IgNobel.

(informação extraída do site "Wikipédia" em 15.02.2010)

1 comentários:

Guria Faceira disse...

olá meu rico Glaukito

mas bah adorei o ignobel

o trofeu é muito interessante

valeu guri du bule

bjão

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...